Livro & Filme: As Bruxas de Salem

terça-feira, setembro 20, 2016



Logo que terminei a leitura de As Bruxas de Salem, senti vontade de compartilhar minha experiência de leitura. Gostei muito da obra, já que tenho uma queda por temas históricos retratados na literatura, mas, aqui temos muito mais do que a história inspirada em fatos reais da "caça as bruxas" no pequeno povoado de Salem em Massachussets, o livro fala, em especial, sobre intolerância religiosa, o poder dos boatos e é uma metáfora à "caça aos comunistas" que aconteceu nos Estados Unidos no período da Guerra Fria.

As Bruxas de Salem é uma peça sobre o terrível julgamento de pessoas que, segundo acreditavam, estavam envolvidas com práticas demoníacas e bruxaria. Levando em consideração o espírito puritano dos ingleses naquela época e o fato de viverem num local isolado e pequeno onde praticamente não havia divergência entre crenças religiosas, é entendível que houvesse semelhanças e confusões entre o julgamento religioso e a justiça no tribunal.


A história se dá quando algumas garotas fazem um ritual na floresta afim de atrair a atenção de alguns homens e junto a elas estava Tituba, uma escrava negra que, supostamente, tinha poderes/conhecimentos mágicos sobre práticas pagãs. Quando o pai de uma das meninas descobre o ocorrido, elas - com medo - passam a fingir sintomas estranhos e acusar pessoas de bruxaria. Chegaram a alegar que, na floresta, estavam enfeitiçadas, e que as feiticeiras queria levar o demônio para Salem. A partir daí começa um brutal julgamento de caça às bruxas. O poder judiciário entra em voga, um perito é enviado para a cidade e tudo - tudo mesmo, desde as coisas mais estúpidas - vira indício de bruxaria. Dezenas de pessoas vão à julgamento e boa parte delas são assassinadas, exceto aquelas que confessaram os rituais



Artur Miller escreveu a peça inspirado no domínio do macarthismo nos anos 1950
"O processo capitaneado pelo Senador McCarthy levou dezenas de artistas e intelectuais a comissão do congresso, nas quais eram estimulados a confessar ligações subversivas e, sobretudo, delatar seus companheiros - em nome e respeito ao interesse nacional e a integridade da pátria." - Resenha da editora.
O comportamento dos personagens da peça é movido por intolerância religiosa e vingança pessoal. É notável a capacidade do autor de destrinchar o ser humano e expor sentimentos de culpa, medo, ambição, lealdade e honra, até nos últimos segundos de vida.
"É uma leitura instigante e perturbadora, especialmente sobre os perigos de uma acusação contaminada pelo frenesi da reprovação popular." - Resenha da editora.
Classifico o livro com 5 estrelas e o coloco entre as melhores leituras que fiz neste ano. Com absoluta certeza, quero ler muito mais obras de Artur Miller.

O filme (1996) de mesmo nome estrelado por Winona Ryder, teve o roteiro escrito pelo próprio Miller. Indicado ao BAFTA Films Awards por melhor roteiro adaptado, ganhou na categoria melhor ator coadjuvante (Paul Scofield). Também foi indicado ao Oscar em duas categorias: melhor roteiro adaptado (Arthur Miller) e melhor atriz coadjuvante (Joan Allen). Somando estes e mais outros prêmios e indicações, é inegável que se trata de uma belíssima obra cinematográfica. Assim como o livro, classifico com cinco estrelas. Caso queiram conferir o trailer, clique aqui

NOTA DO LIVRO E DO FILME: 5/5 | COMPRE AQUIADICIONE O LIVRO NO SKOOB 


SINOPSE: O renomado escritor Arthur Miller focaliza o fanatismo da intolerância e a luta pelo amor, que não aceita nenhum credo além do próprio coração. Nos Estados Unidos do século XVII, uma jovem participa de rituais supostamente demoníacos para atingir a esposa do homem que ama. Por conta disso, sofre severas consequências sociais. O livro deu origem ao roteiro (também de Miller) filmado por Hollywood tendo Daniel Day-Lewis e Winona Ryder como protagonistas. A adaptação mereceu uma indicação ao Oscar.



Links que podem te interessar:

Informação extra: Em 2014, no canal estadunidense WGN America, estreou a série SALEM inspirada nos acontecimentos reais de perseguição às "bruxas" de Salem no final do XVII. A série, para mim, é sensacional e se tornou uma de minhas favoritas. Para conferir o trailer, clique aqui.

Bjs e até a próxima! <3

Você pode gostar também

1 comentários

  1. A série Salem é maravilhosa. Gosto bastante do filme As Bruxas de Salem.
    Fiquei morrendo de vontade de ler o livro do Arthur Miller.
    Obrigado pela indicação de leitura ♥
    Blog do Ben Oliveira

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim. <3
Volte sempre!