Contos | Sombras da Noite, de Stephen King

quinta-feira, agosto 04, 2016

Que Stephen King é o mestre do terror, todo mundo já sabe. Que suas histórias inspiraram cineastas de filmes de terror também não é novidade. E é fazendo jus ao sucesso, que Sombras da Noite reúne alguns dos contos mais famosos do autor, tendo destaque As Crianças do Milharal (que inspirou o filme Colheita Maldita, 1984). Veja o trailer.
“Vamos conversar, você e eu. Vamos conversar sobre o medo. A casa está vazia quando escrevo isto; uma fria chuva de fevereiro cai lá fora. É noite. Às vezes, quando o vento sopra do jeito que está soprando agora, falta luz. Mas por enquanto não está faltando, então vamos conversar muito honestamente sobre o medo. Vamos conversar muito racionalmente sobre chegar às raias da loucura... e talvez cruzar a fronteira. Meu nome é Stephen King.”
É dessa forma que Stephen King nos apresenta o livro. Com um prólogo sensacional que me fez admirá-lo além daquilo que eu esperava, ele nos conta de onde vem o medo, a razão dele escrever histórias grotescas, e como ele se sente em relação aos mundos e criaturas horrendas que ele criou. Fui fisgada página por página e a cada conto, tive sensações horrendas, repulsivas, assustadoras e muito incômodas. Mas não estou dizendo que o livro é ruim. Pelo contrário. O que é o terror se não uma mistura das piores sensações que o ser humano pode sentir?

- Vamos aos contos:

JERUSALEM'S LOT
Parece ser uma inspiração do King em "Drácula", de Bram Stocker. Dois amigos mudam-se para uma casa (herança de família) na cidade de Chapewaite e logo percebem que coisas estranhas acontecem ali. Além de descobrirem um mapa de uma cidade fantasma, barulhos sinistros começam a assustá-los dentro da casa. A estrutura da narrativa em formas de cartas é a principal característica que remete a Drácula. Para mim, foi o melhor conto do livro. 5/5.

O ÚLTIMO TURNO
Para quem tem claustrofobia e medo de ratos, é melhor ficar longe desse conto. Quem avisa, amigo é! Um grupo de homens aceitam limpar os porões de uma fábrica têxtil afim de ganhar um dinheiro extra, mas na escuridão do lugar, roedores nada simpáticos estavam esperando por eles. Senti arrepios enquanto lia. 4/5.

ONDAS NOTURNAS
Prelúdio ao romance A Dança da Morte e, para mim, o conto mais sem sentido da coletânea. Talvez eu não tenha entendido a mensagem que o King quis passar aqui, já que não li A Dança da Morte, mas ainda assim, é um conto que eu julguei desnecessário. Depois de uma gripe (super-gripe, diga-se de passagem) que praticamente erradicou a humanidade, um grupo sobrevivente narra seu cotidiano. 1/5.

EU SOU O PORTAL
Horripilante. Estranho, bizarro e grotesco. O pior conto no melhor sentido. Passei uma noite sem dormir. Não sei ainda como explicá-lo aqui, mas vou resumir em uma palavra: alienígenas. 4/5.

A MÁQUINA DE PASSAR ROUPA
Conto que inspirou o filme Mangler é bem característico do King, aqui ele dá vida maligna a uma máquina de passar roupa e você nunca mais se sentirá a vontade diante de uma. O final é bem clichê, mas ainda assim, é interessante. 3/5.

O BICHO-PAPÃO
Um dos melhores! Nesse conto King me surpreendeu por dois motivos: 1) Fica difícil saber quem é mais desprezível, o monstro ou o ser humano que narra a história. Senti como se fosse uma metáfora para o quão monstruosos podemos ser. 2) É uma história de criança que na narrativa do Stephen faz qualquer adulto olhar diferente para os armários antes de dormir. 5/5.

MASSA CINZENTA
Trash! Trash! Trash! Que coisa mais bizarra! Se você gosta de cerveja, cuidado com o prazo de validade! Seu corpo pode ser desfigurado e... Urgh! Quem tiver estômago, leia. Eu não seu nem o que dizer. 2/5.

CAMPO DE BATALHA
King e essa mania de dar vida aos seres inanimados! Adoro isso, mas dessa vez, para mim não rolou. Um assassino de aluguel recebe uma estranha caixa e o conteúdo dela promete vingança. O conto foi adaptado para a minissérie de TV americana Pesadelos e Paisagens Noturnas (2006). 1/5.

CAMINHÕES
Stephen King gosta mesmo de carros demoníacos! O conto narra a sobrevivência de um grupo num posto de gasolina enquanto caminhões possuídos atacam. Foi adaptado para o cinema em em 1986, dirigido pelo próprio King, o filme se chama Comboio do Terror. 2/5.

ÀS VEZES ELES VOLTAM
Um professor passa a investigar a morte de três alunos e acaba descobrindo que os assassinos o conhecem muito bem. Vindos diretamente do passado, eles não envelheceram e prometem ser uma pedra no sapato do professor. Gostei do início do conto, mas depois foi ficando cansativo e, no fim, perdeu a magia. 2/5.

PRIMAVERA VERMELHA
Campus de New Sharon, 1968. Mortes misteriosas começam a acontecer no campus da faculdade. Os alunos ficam atordoados, mas o assassino nunca é capturado. Anos mais tarde, o mesmo começa a acontecer. Conto bem clichê, mas eu adoro um clichê de vez em quando! Inspirado na lenda urbana Jack Saltos de Mola, foi um dos contos que mais gostei. 5/5.

O RESSALTO
Um milionário descobre tração da esposa com um professor de tênis e resolve se vingar. O professor tem a oportunidade de viver, mas para isso tem que dar a volta no quadragésimo terceiro andar de um prédio sobre o ressalto na mira de uma arma. Eu quase tive um treco porque tenho pavor de altura. Para quem sofre disso, esse conto não é indicado. Se eu soubesse, não o teria lido.  2/5.

O HOMEM DO CORTADOR DE GRAMA
Contratar alguém para cortar a grama nunca foi alto tão... incomum. Mais uma vez temos um objeto funcionando sozinho... 2/5.

EX-FUMANTES LTDA.
Uma organização promete fazer qualquer pessoa parar de fumar com métodos medonhos que não podem ser divulgados. Esse conto me impressionou muito, principalmente no quesito "manipulação". Foi muito bom do início ao fim e deu aquela sensação de agonia o tempo todo. 4/5.

EU SEI O QUE VOCÊ PRECISA
Imagine se apaixonar por alguém que sabe tudo o que você precisa, na hora que você precisa. A princípio pode parecer romântico, mas o sentimento que tomou conta de mim foi repulsa. 3/5.

AS CRIANÇAS DO MILHARAL
Talvez o conto mais conhecido da coletânea por ter sido inspiração para o filme Colheita Maldita. Aqui o foco é no fanatismo religioso, que já é bizarro, agora imagine crianças fanáticas... 4/5.

O ÚLTIMO DEGRAU DA ESCADA
Trata-se de um conto bem emotivo, sem nenhum toque de terror. Fala sobre um irmão que sempre protegeu a irmã quando eram crianças, mas que agora, depois de adultos, ele não consegue mais ser seu protetor. 3/5

O HOMEM QUE ADORAVA FLORES
Um conto sobre o amor. Fala sobre um rapaz apaixonado andando pelas ruas e comprando flores para sua amada. Mas, como estamos falando de Stephen King, o final é bem dramático. 3/5

A SAIDEIRA
Fazendo referência à Hora do Vampiroe Jerusalem's Lot numa roupagem atual, temos uma história vampiresca com um suspense bem legal. 3/5

A MULHER DO QUARTO
Esse foi o conto que, parando para pensar, não tem terror, mas mesmo assim assusta. Nele, uma mulher idosa para seus últimas dias num quarto de hospital, com a saúde devastada e sendo visitada constantemente pelo seu filho. Aos poucos, King vai trabalhando o medo que temos da velhice, do tempo e da morte. 4/5

- Reparem que em cada conto que resumi acima, Stephen King fala sobre um medo diferente que cada um de nós temos. Medo de fantasma, de bicho-papão, de alienígenas, da velhice, de acidentes, de animais, de pessoas... Devo confessar que alguns contos foram indiferentes para mim, mas outros tocaram em medos antigos e me fizeram arrepiar. A experiência é muito individual para cada tipo de leitor, mas tenho certeza que todo mundo vai se identificar com alguma história.

NOTA:3/5 | SKOOB | COMPRE AQUI

Bjs e até a próxima <3

Você pode gostar também

6 comentários

  1. É um dos livros que morro vontade de ler <3
    Esses contos parecem ser maravilhosos e quem melhor que o SK para falar sobre o medo né? rs

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehehe! né isso!? adorei conversar com ele sobre o medo! \o/

      Excluir
  2. Já me deu vontade de ler. E tem vários contos, né?!
    Gostei *-*
    Beijos!
    https://pseudoaleatoriedade.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  3. Hey!

    Minina, corro longe desses livros de terror, haha.

    beijos,

    http://tordodemorango.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu também corria, viu, midi. mas ultimamente, qnd mais eu leio, mais me interesso! tô curtindo bastante - de uns tempos pra cá - a escrita do King. quero ler mais livros dele mais pra frente! hahahaha

      bjs

      Excluir
  4. Meu Deus só de ler esses resumos já me deu uma vontade louca de ler esse livro. King é sem dúvida um dos melhores autores que já conheci!!!


    Bjuu


    http://colecionandohistoria.wordpress.com/

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim. <3
Volte sempre!