Apenas Um Garoto - um romance LGBT de Bill Konigsberg

segunda-feira, agosto 01, 2016

"Você sabia que as crianças LBGT são 8,4 vezes mais propensas a tentar suicídio do que as crianças hétero? Sabia que metade das crianças LGBT são rejeitadas pelos pais? Que 20 a 40 por cento dos adolescentes que moram nas ruas dizem que são gays, lésbicas ou trangêneros, e que metade deles já se prostituiu para se sustentar?"
Rafe, o protagonista dessa história, não se encaixa em nenhumas das estatísticas acima. Ele foi bem aceito pela família, pelos amigos, pela escola e pela comunidade. Mas por que ser gay é algo a "ser aceito" ou "ser tolerado"? Se você precisa aceitar uma coisa, significa que ela não é como deveria ser? É como se a aceitação fosse uma afirmação de que você é bom o suficiente.
"Tudo é mais fácil para os heterossexuais. Eles não entendem. Não conseguem. Não existe essa coisa de ser hétero assumido."
Questionamentos como esse foram levantados durante a leitura e Apenas Um Garoto não é simplesmente a história de um menino gay. É a história de apenas um menino. Apenas um garoto. Por que os rótulos são tão importantes? Afinal, você não chega para alguém e diz: "prazer, meu nome é fulano e eu sou hétero". Se os héteros não precisam se assumir, por que os gays precisam? Por que saber se alguém é gay ou não é tão relevante? Rafe vai encontrar essas respostas e vai nos divertir durante a jornada. Finalizei a história sentindo muita afeição pelo Rafe, um protagonista bem construído que me ensinou lições importantes que levarei para a vida toda. Adorei o livro, dei altas gargalhadas, colhi aprendizados e, por isso, recomendo muitíssimo a leitura. 
"Há tantos tipos de relacionamentos. O que faz um ser bom e o outro não é se ele tem origem no amor. Nada que venha do amor jamais poderá estar errado."

Livro recebido em parceria pela Editora Arqueiro.
Bjs e até a próxima! <3

Você pode gostar também

10 comentários

  1. Esse livro está na minha wishlist, acho a capa lindo e quero mto ler *.*
    amei a foto^^

    Beijos s2

    Tali
    CEREJA ROCKS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Tali. Leia e espero que goste muito! ;)

      Excluir
  2. Esse livro está na lista de próximas leituras. Fiquei feliz de saber que ele traz boas reflexões e é um livro divertido.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
  3. Oi Jéssica! Bem curiosa a história, pelo o que você disse parece ser aqueles livros que vc 'devora' e nem percebe de tão gostoso que é! Eu não tinha ouvido falar dele ainda mas fiquei bem curiosa, eu só ando bem lenta pra ler ultimamente mas ctz entrará para a minha lista =) beijos beijos!

    www.metamorphya.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que gostou do que escrevi, Bruna! é um livro bem gostosinho mesmo, passa que a gente nem vê e no final fica com um sorriso no rosto. espero que leia e goste tanto quanto eu <3 bjão!

      Excluir
  4. Olá Jessica,

    Estou bem curiosa para ler esse livro, achei a ideia dos questionamentos dele bem interessantes, além de ter curtido muito o fato do livro ser uma leitura leve.

    http://www.coisasdemineira.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, leh! Espero que curta a leitura também! <3

      Excluir
  5. Jess!

    Gostei tanto desse livro... Achei tão sensível, abordando temas pesados com tanta sutileza... Também recomendo, não só pela história, mas pelo que você disse, é um livro capaz de nos fazer refletir, sorrir e emocionar.

    Beijos

    www.leitorasinquietas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou também, Kris! É um livro fofo com um enorme poder de reflexão. <3

      Excluir

Sua opinião é muito importante para mim. <3
Volte sempre!