A busca pela sobrevivência em "Perdido em Marte", de Andy Weir

terça-feira, maio 10, 2016


Uma Missão a Marte. Um Terrível Acidente.
A Luta de um Homem pela Sobrevivência.

Perdido em Marte foi uma baita surpresa! Abandonado no planeta vermelho e dado como morto pela Nasa, o astronauta (engenheiro e botânico) Mark Watney usa todo o seu conhecimento para se manter vivo em Marte. Depois da tempestade de areia e de ser atingido por um objeto que quase o matou, toda a tripulação achou que Mark estava morto e partiram de volta à Terra. Sozinho, lutando para sobreviver, plantando batatas em Marte e tentando sobreviver alguns anos até a próxima tripulação realizar uma nova missão, Mark foi aposta na sua inteligência e, acima de tudo, no seu bom humor. No lugar dele, eu jamais conseguiria encarar todos os desafios sem surtar.
"Então, esta é a situação: estou perdido em Marte. Não tenho como me comunicar com a Hermes nem com a Terra. Todos acham que estou morto. Estou em um Hab projetado para durar 31 dias. Se o oxigenador quebrar, vou sufocar. Se o reaproveitador de água quebrar, vou morrer de sede. Se o Hab se romper, vou explodir. Se nada disso acontecer, vou ficar sem alimento e acabar morrendo de fome. Então, é isso mesmo. Estou ferrado."
Pela repercussão do filme (indicado em várias categorias ao Oscar) e do livro, eu sabia que Perdido em Marte merecia todos os elogios que li e ouvi. Como um diário de bordo, história é bem construída, o leitor é inserido facilmente no espaço descrito, Mark Watney é um personagem muito carismático, e nem os personagens secundários deixam a desejar.

  

O livro é uma obra maravilhosa para amantes de ficção científica. As informações técnicas são um prato delicioso para quem tem curiosidade sobre o assunto. Andy Weir quase consegue convencer que sobreviver em Marte é possível! Hahaha! A engenhosidade do autor em expor dados e números é impressionante. Entretanto, a leitura me incomodou em alguns momentos, pois foi uma experiência nova. E cá pra nós: sou de humanas. =D

Por fim, o incômodo que eu senti diante do vocabulário técnico, foi compensado pelo sarcasmo e pelas tiradas do protagonista. Watney me fez dar boas risadas, e esse carisma equilibrou a leitura.

- Perdido em Marte virou uma super adaptação cinematográfica da Twentieth Century Fox, com Matt Damon vivendo o astronauta Mark Watney. Veja o trailer clicando aqui.


Livro recebido em parceira com a Editora Arqueiro.
Beijos e até a próxima <3

Você pode gostar também

6 comentários

  1. Infelizmente não li esse livro pelo fato de que fui ao cinema assistir ao filme, e posso dizer que eu amei, e lendo sua resenha e comparado com a adaptação nossas opiniões bateram, o personagem muito bem construído, inteligente, carismático, divertido. Algumas vezes também não entendi algumas coisas por causa dos termos técnicos, mas isso não influenciou em nada, estou louca para ter a oportunidade de ler livros desse gênero, estou super empolgada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, Lana! Eu estou bem curiosa para assistir ao filme. Tenho certeza de que vai ser tão interessante quanto livro, e o Matt Damon arrasa, né? Beijoooo <3

      Excluir
  2. Eu amei o filme, o livro deve ser ainda mais maravilhoso. Sou apaixonada em ficção científica, mas como eu já vi o filme e minha wishlist de livros tá enorme, resolvi comprar alguns que ainda não conheço a história e deixar este mais pra frente. Parabéns pelo blog, é lindo! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Jessica! Espero que você goste muito dele quando ler. É perfeito pra quem curte scifi. Bjão!

      Excluir
  3. Eu amei o filme, o livro deve ser ainda mais maravilhoso. Sou apaixonada em ficção científica, mas como eu já vi o filme e minha wishlist de livros tá enorme, resolvi comprar alguns que ainda não conheço a história e deixar este mais pra frente. Parabéns pelo blog, é lindo! ♥

    ResponderExcluir
  4. Perdido em Marte foi uma grata surpresa pra mim no ano passado. Eu adorei o livro e o filme (tive a chance de ler antes de o filme ser lançando e adorei isso) Sabe, eu também quase fui convencido que dava pra viver em marte! hahaha Adorei sua resenha, mas tenho que confessar uma coisa: eu prefiro a capa original, odeio capa de livro do filme kkkk
    Abraço Jess!
    Alexandre do blog Do Que Eu Leio
    @_alexandremelo

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim. <3
Volte sempre!