[Bate-Papo] Você tem preconceito literário?

domingo, setembro 06, 2015


Oi, gente! Como prometido na semana passada, estou aqui novamente postando polêmica na coluna Bate-Papo! Hoje vou falar sobre preconceito. Você sabia que existe preconceito dentro da literatura? Pois é, senhoras e senhores. Existe sim, e muito! Vou mostrar alguns exemplos, e tenho certeza que vocês já viram, leram ou até mesmo já falaram ou pensaram coisas assim:


Situação 1.
- Oi, que livro você está lendo?
- Estou lendo Memórias Póstumas de Brás Cubas.
- Afff, que horrível! Como você lê isso? Eca, clássico nacional. Você é metido a pseudocult, né?

Situação 2.
- Oi, que gênero de literatura você curte?
- Gosto muito de New Adult e livro erótico.
- Afff, que horror! Você gosta de livro pornô?! Que vaca!

Situação 3.
- Oi, qual é o seu livro favorito?
- Eu amo Crepúsculo e Harry Potter!
- Ai, que terrível! Ninguém merece esse povinho que lê vampirinho que brilha e historias de menino bruxo.

Situação 4.
- Oi, qual livro você me indica?
- Eu te indico um bom romance nacional...
- Você lê livro nacional???? Jura que isso é bom????

Situação 5.
- Oi, quantos livros você tem?
- Tenho 5.
- Como assim?? Você só tem 5 livros e acha que é leitor de verdade???

Situação 6.
- Oi, quantos livros você leu esse ano?
- Li 6.
- Fala sério! Eu li 365 e você só leu 6. Você não um leitor tão bom quanto eu.

E aí? Vocês já ouviram algo assim em algum lugar, não é mesmo? Infelizmente, isso acontece bastante no mundo literário e, quer saber? É horrível. Lamentável. O ser humano tem esse negócio mesquinho de querer ser superior e cria níveis e status em tudo que vê pela frente. Até nos livros! Como isso é triste! Já encontrei várias pessoas por aí que falam "ah, essas menininhas que lêem Crepúsculo..." cara, eu AMO/SOU Crepúsculo. Tenho TODOS os livros, vi todos os filmes, assisti em casa e nos cinemas e isso não me torna menor do que ninguém. Eu LEIO NACIONAIS sim! Porque não adianta a gente só reclamar do país e da falta de educação so Brasil, se nós mesmos não apoiarmos a literatura daqui e incentivar tanto os escritores a continuarem escrevendo, quanto aos leitores para buscarem cada vez mais nossa literatura. E, posso falar? Tem muito escritor brasileiro dando de 10 a 0 em muito gringo por aí.

Você tem uma estante cheia de livros? Isso é um máximo! Mas não diminua ninguém por ter apenas 5 ou 6 em um armário pequeno. As pessoas precisam começar de algum lugar, e eu garanto que ninguém comprou uma estante com 100 livros num dia só. E aliás, um leitor não se faz pela quantidade de livros numa estante, ou pela quantidade de livros livros. Um leitor se faz pela paixão e amor pelos livros. Seja apenas 1 livro físico, ou 100 e-books.

Você não curte livro hot e acha que quem lê é vulgar? OLHAKI KIRIDO eu vou ter que te dar uma boa lavagem de roupa pra você aproveitar e lavar bem sua mente e sua língua! Eu só li 3 livros hot até agora e não curti muito, mas tem muita gente que é fã do gênero e ninguém - absolutamente ninguém - tem o direito de julgar alguém pelo livro que lê. Enquanto você fica aí criticando e ofendendo quem lê livro hot, esse leitor poderá estar se divertindo, quem sabe, até aprendendo coisas legais para fazer com seu parceiro. Rá!

Você acha que quem lê clássicos da literatura é pseudocult? Olha, eu amo clássicos como O Morro dos Ventos Uivantes e O Grande Gatsby e isso não me faz pseudonada. Me faz uma leitora. Apenas uma leitora. E é só isso que eu quero ser. Infelizmente, confesso que não curto clássicos nacionais, já li e não gostei. E isso é direito meu também, certo?

Ah, e ainda tem aqueles preconceituosos que acham quem o livro porque assistiram ao filme e não gostaram. Aí passam a julgar os leitores, o escritor e o escambau. Como proceder, gente?

Existe um universo de livros de vários gêneros e estilos para cada público, e o mundo literário seria muito melhor se cada um respeitasse o gosto do outro. Quando essas coisas acontecem, eu chego a conclusão de que o que o ser humano gosta mesmo é de julgar. Seja o que for. Sexo, homossexualidade, gosto musical, estilo de roupa, marca de sapato, tamanho de celular, corte de cabelo... E por que não, gosto literário! É por isso que eu estou aqui, levantando a bandeira para todos nós, que independentemente de gosto literário, somos LEITORES, assim mesmo em caixa alta, que respeitamos a escolha de nossos amigos LEITORES e fazemos nossa parte - sem preconceito - para um mundo melhor, não apenas na literatura, mas a partir dela.

Por hoje é só, pessoal! Espero que tenham gostado do nosso bate-papo de hoje! Quero saber a opinião de vocês, hein?! Deixem aqui nos comentários e amanhã tem mais! Beijo grande!

Você pode gostar também

4 comentários

  1. Jessica eu AMO você por ter criado esse Bate-papo! HAHAHAHA
    Eu também fico p@t% da vida quando ouso ou vejo algo como as coisas que você citou! Cara, isso existe muito!
    Eu acho que cada pessoa tem o direito de ler,fazer, "Whatever" o que quiser!!!!
    Eu posso ter cinquenta anos e ser apaixonada por histórias em quadrinhos, e daí?! Né? As pessoas julgam de todo jeito e forma!
    É claro que tem alguns gêneros literários que eu não curto, tipo Clássico Nacional, mas eu considero Pacas quem diz que leu e gostou de Dom Casmurro. Na minha opinião, quanto mais pessoas gostarem de ler, mais pessoas pensantes no mundo!
    E é isso... Adorei o post de hoje :D

    Beijos!

    http://tordodemorango.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que amooooor *-* Fico felizona por você ter gostado, Midian! Espero estar sempre tendo um tempinho pra esse bate-papo maravilhoso! E, falando nisso... Dá muita raiva, né? As pessoas gostam tanto de falar mal de tudo, até os livros são jogados no meio disso.

      Um beijo!!

      Excluir
  2. Mulher você é destruidora mesmo viu! Eu concordo com tudo! Chega dessa baixaria de disputa literária.

    Estou ansiosa pelo próximo bafão que você vai jogar no vento!

    ResponderExcluir
  3. É bem chato você querer discutir/papear/debater sobre temas, assuntos, entre outras coisas dos livros que lemos, e ter alguém criticando e dizendo que você não é bom o suficiente pra tal ao assunto pois não é especialista. Cansa esse tipo de coisa. Deveria ser justamente motivo pra tentar entender o que faz as pessoas gostarem daquele gênero. As vezes foi o momento que ela leu, a idade, o sentimento, algo pela qual ela estava passando que fez escolher esse livros "polêmicos" em roda de conversa. O negocio é deixar esse povo pra lá mesmo e conversa com gente que sabe se portar diante de uma boa conversa literária.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim. <3
Volte sempre!