Resenha: Gelo Negro

sábado, junho 13, 2015


     
Título: Gelo Negro
Autora: Becca Fitzpatrick
Editora: Intrínseca (www)
Páginas: 304

Sinopse: Britt Pfeiffer passou meses se preparando para uma trilha na Cordilheira Teton, um lugar cheio de mistérios. Antes mesmo de chegar à cabana nas montanhas, ela e a melhor amiga, Korbie, enfrentam uma nevasca avassaladora e são obrigadas a abandonar o carro e procurar ajuda. As duas acabam sendo acolhidas por dois homens atraentes e imaginam que estão em segurança. Os homens, porém, são criminosos foragidos e as fazem reféns. Para sobreviver, Britt precisará enfrentar o frio e a neve para guiar os sequestradores para fora das montanhas. Durante a arriscada jornada em meio à natureza selvagem, um homem se mostra mais um aliado do que um inimigo, e Britt acaba se deixando envolver. Será que ela pode confiar nele? Sua vida dependerá dessa resposta.
Minhas impressões: Comecei a ler Gelo Negro com muita ansiedade. Devorei as primeiras páginas em poucos minutos a medida que o mistério e o suspense ia se formando. Assim que o jipe das meninas fica inutilizável e elas entraram na cabana, eu me perguntei quem eram aqueles caras que estavam lá, e porque um deles tinha um jeito diferente de se comportar. Mas, adivinha? Antes da metade do livro, eu já tinha essa resposta. Além disso, havia um outro mistério relacionado a 3 adolescentes que morreram naquelas montanhas - aparentemente - assassinadas. E, adivinha de novo? Eu já sabia quem era o assassino. Para manter o mistério, a autora deu todas essas respostas somente no final, mas ela deixou tantas dicas no caminho e detalhes óbvios que eu não consegui me surpreender. Gelo Negro tinha tudo para ser um thriller eletrizante e um suspense de deixar qualquer sem conseguir dormir até terminar de ler, mas furos no roteiro, excesso de detalhes e personagens pouco carismáticos - com excessão do Jude - deixaram o livro parecido com aqueles filmes de suspense que passa na Tela Quente ou no Corujão. Bem previsível.
Mas o livro também teve seus momentos, as cenas de ação foram muito bem construídas, eu consegui imaginar os fatos narrados com muita facilidade e pensava diversas vezes o que eu faria se estivesse no lugar da Britt.
Faço essa resenha um pouco triste até, pois esperei muito desse livro e queria muito ter gostado, mas infelizmente não foi o que aconteceu. Se a autora tivesse explorado mais o mistério, poderia ter poupado todo o romance da estória. Apesar de ter sido minha primeira experiência com a Becca, não deixarei de ler outros livros dela com a mesma empolgação que comecei este. Então, é isso, pessoal. Deixo aqui a minha opinião negativa - infelizmente. Mas já li várias resenhas muito positivas sobre o livro, então vai de cada um. Se vocês se sentiram curiosos, não deixem de ler. Vale a pena a experiência.

Nota: 2/5

Livro no Skoob (www)

Beijo grande e até a próxima resenha! 

Você pode gostar também

3 comentários

  1. Culpa de quem? MINHA! kkkkkkkkkkkk

    Mulher a Becca é a louca dos bad boys! E tu tá lendo tio Harlan demais, porque eu só descobri os babados no final :(

    http://harlancobenn.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero ler mais livros dela! Ela tem uma escrita boa, prende a pessoa! E realmente, deu pra perceber que ela curte um bad boy kkkkkkkkk. Ow Yara, acho que essa vida de ler Harlan Coben direto e assistir série policial tá servindo pra alguma coisa. Tô evoluindo e manjando nos paranauê!

      Excluir
  2. Culpa de quem? MINHA! kkkkkkkkkkkk

    Mulher a Becca é a louca dos bad boys! E tu tá lendo tio Harlan demais, porque eu só descobri os babados no final :(

    http://harlancobenn.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para mim. <3
Volte sempre!