Resenha: Não Conte a Ninguém

sexta-feira, fevereiro 27, 2015


Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Páginas: 240

Sinopse: Há oito anos, enquanto comemoravam o aniversário de seu primeiro beijo, o Dr. David Beck e sua esposa, Elizabeth, sofreram um terrível ataque. Ele foi golpeado e caiu no lago, inconsciente. Ela foi raptada e brutalmente assassinada por um serial killer. O caso volta à tona quando a polícia encontra dois corpos enterrados perto do local do crime, junto com o taco de beisebol usado para nocautear David. Ao mesmo tempo, o médico recebe um misterioso e-mail, que, aparentemente, só pode ter sido enviado por sua esposa. Esses novos fatos fazem ressurgir inúmeras perguntas sem respostas: Como David conseguiu sair do lago? Elizabeth está viva? E, se estiver, de quem era o corpo enterrado oito anos antes? Por que ela demorou tanto para entrar em contato com o marido?

Minhas impressões: Esse é o meu livro favorito do Harlan. Foi a segunda obra que eu li dele e fiquei fascinada com a escrita; com a desenvoltura da história, o desenrolar dos fatos e o suspense extremo que é uma marca registrada do escritor.  Primeiramente, a sinopse já meu deu uma baita vontade de lê-lo. Eu fiquei me perguntando: como algo que só uma pessoa morta sabia é enviado por e-mail para o marido dela anos após a sua morte? Um segundo e-mail foi enviado escrito "Não conte a ninguém". Isso já é muito intrigante. Sem contar que o casal Beck não tinha inimigos, então como explicar uma golpeada na cabeça de David e o desaparecimento e assassinato da esposa dele? Vítimas de um serial killer (supostamente). Mas que serial seria tão descuidado em enterrar dois corpos no local do crime juntamente com o taco de beisebol usado para golpear David? E porque essas "evidências" só foram descobertas agora, anos depois da tragédia? E se não fosse um serial killer? Mil e uma perguntas como essa passavam por minha cabeça durante a leitura, o que aumentava ainda mais o suspense. Muitas coisas - a princípio - sem explicação começam a aparecer no decorrer dos fatos. 
Houve uma cena no livro que me deu pesadelos! Sim, eu sonhei com uma cena muito, muito, muito bem detalhada pelo Harlan e isso ficou na minha cabeça por dias! O corpo de Elizabeth, quando encontrado, estava brutalmente marcado e sua face era irreconhecível, como somente David estava com ela naquela noite, diante de tantos fatos, ficou difícil ter um álibi, até mesmo porque, ele não tem explicação para como conseguiu sair do lago e sobreviver. É aí que o FBI considera David o principal suspeito. Desesperado, ele vai em busca da verdade e é perseguido diversas vezes por pessoas perigosas, incluindo um assassino contratado. A personalidade de cada personagem é cuidadosamente bem construida, Coben nos coloca como ansiosos telespectadores à espera da última página para resolver o grande mistério, ou melhor, os grandes mistérios. 


Eu vivia ouvindo aquele besteirol de "melhor ter perdido a pessoa amada do que nunca ter vivido um grande amor". Outra besteira. Acredite, não é melhor. Não me mostre o paraíso e depois o destrua.



Três dias antes,eu era um médico dedicado vagando pela minha própria vida como um sonâmbulo. Desde então, eu vira um fantasma, recebera e-mails de minha mulher morta, tornara-me suspeito não de um, mas de dois assassinatos, virara foragido da polícia, atacara um policial e pedira ajuda a um traficante de drogas. As 72 horas mais emocionantes da minha vida. Seria cômico se não fosse trágico.



Lembranças machucam. As boas mais ainda!


Minha avaliação:


Leia um trecho do livro, disponibilizado pela editora Arqueiro AQUI.

Livro no Skoob (www)

Detalhe, esse livro foi adaptado para o cinema francês, recebeu 9 indicações ao Cesar (Oscar francês) e ganhou 4.

 

Ficou com vontade de ler ou já leu? Comenta aí! Beijo e até a próxima! 

Você pode gostar também

2 comentários

  1. Meu segundo livro do Harlan também <3 e eu fiquei tipo "mas que merda é essa" no final da história. :O Mas o filme achei uó! Não recomendo kkkk fiquem só com o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fiquei tão "WTF?" quando terminei o livro que tive que reler o último capítulo! Eu não conseguia acreditar que aquilo era verdade!

      Vixe! Sério mesmo que o filme não é bom? Eu confesso que não sou fã no cinema francês e, até hoje, nenhum filme me agradou, mas pensei em dar uma chance pra esse só por causa do tio Harlan...

      Excluir

Sua opinião é muito importante para mim. <3
Volte sempre!